quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Ser Livre

O ideal de todo homem é ser livre
Assim como o dos pássaros é voar
Um dia voei bem alto
Mas tive medo de me esborrachar
Tremendo voltei ao chão
E desde então sofri
Pois foi então que entendi
Após me por em reflexão

Eu tinha asas
Eu tinha o vento e a vontade de viver
Mas era a falta de coragem
Que me fazia perder

Eu tinha tudo
E ao mesmo tempo não tinha nada
Só um par de coisas sem uso
E pela frente uma longa estrada

Ass.: Márcio Beckman.

P. S.: Esta poesia foi utilizada como mensagem final no convite de formatura da minha turma de psicologia.

Ouça: Lynard Skynard - Free Bird
Ouça também: Beetles - Lucy in the Sky
Ouça ainda: Helloween - Eagle Fly Free

4 comentários:

Raysla Camelo disse...

Uau!
E na verdade é isso.
"Um longa estrada".
Pássaros mortos, querendo apenas bater asas nesse mundão-de-meu-deus.

Obrigada pela visita.

Gostei desse tantão assim do seu blog.
:)

ana wagner disse...

Sir, morreremos esperançosos rsrs
Beijos.

Claudia Fernandes disse...

Para que pernas, se tenho asas para voar? Já dizia a grande Frida..
Belo poema..
Bjo.

bruno nobru disse...

eu gosto muito de lucy in the sky with diamonds...