domingo, 29 de março de 2009

Princípios para o bem viver

Como eu nunca fui uma pessoa muito religiosa no sentido de ir a cultos, missas, ficar orando e coisas do tipo ritualisticas, mas sempre dei valor às experiências únicas e significativas da vida que nos trazem a religião no verdadeiro sentido da palavra, o religar, desenvolvi, por mim mesmo, há mais ou menos uns 10 anos atrás, uma espécie código de conduta ao qual segui para viver melhor e tentar fazer do mundo um lugar melhor e que chamei de "princípios para o bem viver". No fundo, acho que a melhor resposta a estas questões é cada um achar a sua própria resposta pessoal, mas eu os coloquei aqui para que possamos refletir sobre eles.




1) Liberdade: Não privar ninguém da liberdade e não se deixar ser privado dela por ninguém. Lutar por seus sonhos e ideais, não se deixando abater pelos obstáculos. Buscar desenvolver ao máximo suas potencialidades e possibilidade de satisfação pessoal.

2) Auto-preservação: Abster-se de atos e práticas que possam causar dano, mal ou infelicidade futura a si mesmo, desde que isso não entre em conflito com o princípio anterior.

3) Flexibilidade: Não ser radical de nenhuma forma, mantendo a mente livre de preconceitos. Não ser displicente e nem exagerado com coisa alguma, mantendo o equilíbrio pela temperança, desde que isso não entre em conflito com os princípios anteriores.

4) Interação Social: Participar da vida social, não sendo individualista, egoísta, nem anti-social. Ajudar os outros quando possível e não lhes causar danos, nem prejuízos de qualquer natureza, desde que isso não entre em conflito com os princípios anteriores.

Ass.: Márcio B. S.

Ouça: Riddlin' Kids - It's the end of the world as we know it

3 comentários:

Hélio disse...

O bom-senso é, de todas as cousas, a mais bem definida

entorpecida(a)mente: ... @ n@h! disse...

hummm...tambem não sou adepta a nenhuma religion,porem acredito absolutamente em um DEus absoluto que governa tudo isso aqui .
esse seu pensar é de se pensar!
"Princípios para o bem viver"
adorei!!!

Sophia Compeagá disse...

A integridade e boa conduta realmente estão além da religião.

Adorei o "desde que isso não entre em conflito com os princípios anteriores"!

Mas que 7 é um número bem cabalístico não podemos negar! rsrs