quinta-feira, 2 de abril de 2009

Velcro




Olhos que fitam
Misteriosos e enigmáticos
Ocultando um desejo proibido
Um desejo de certa forma trágico

Apenas outro olhar feminino
Poderia perceber algo tão furtivo
Mas o que pensara lhe haver denunciado
Encaminhou aquela cena para um novo ato

Seria aquilo insanidade?
Ou teria mesmo o velcro uma nova utilidade?
Como poderia ser uma louca perversão
Um ato assim de tamanha naturalidade?

Questionando o tempo todo
Sobre os valores da humanidade
Quebravam então todas as regras
Em nome de sua felicidade

Mas apesar de tudo isso
Havia um toque de inocência
Pois em todo o seu compromisso
Perseguiam sua essência

Essência essa tão bela
Quanto uma flor exótica
Abriu-se toda para o mundo
De uma forma um tanto erótica

Eram as duas tão iguais
E ao mesmo tempo diferentes
Bem distintas das demais
Pois viviam intensamente

E em suas vidas loucas
Viviam melhor que qualquer um
Poderia alguém recriminá-las
Por não serem tão comuns?
_
Ass.: Márcio B. S.
_
Ouça: NOFX - Liza and Louise

Um comentário:

Natan Medeiros disse...

lesbianismo, hehe :D