domingo, 28 de junho de 2009

O Enfarte e a Infame Arte

_
_
A arte imita a vida
E a vida imita a arte
O homem foi à Marte
E trouxe sua parte
Mas qual não foi a sorte
Do homem que foi forte
E teve só o enfarte?
A vida lhe fez arte
_
_
_
Ass.: Márcio B. S.

3 comentários:

ana wagner disse...

Humm, muito bom! Você anda muito inspirado ultimamente, ao contrário de sua amiga aqui rsrs Gostei mesmo. Parabéns, menino prodígio!
Grade beijo!

bruno nobru disse...

cara, muito bom esse seu poema, a arte inspira, despira e despiroca com a nossa mente e a nossa vida.. nao tenho medo de disco voador!

Sophia Vieira disse...

cada vez gosto mais das cosias q escreve....


tem um selo lá on meu blog prá vc!
;)