terça-feira, 26 de maio de 2009

Andanças




Caminhante, andante
Passista dançante
Ao som dos primeiros passos
Caminha confiante
Só pára no espaço
Que lhe é reservado
Mas este está vazio
Apesar de preenchido
A semente da esperança
Que provoca a animada dança
Também é a razão do pânico
E das crises de desânimo
Andarilho encurralado
Trancado, o espaço fechado
A mil pensamentos recorre
E várias milhas corre
Atrás de papéis percorre
Sozinho, ninguém socorre
Sem nada está ferrado
Sobrevivendo sobrecarregado
A todo momento testado
_
Ass.: Márcio B. S.
_
Ouça: Mutantes - Ando meio desligado
Assita: À Procura da Felicidade

2 comentários:

Sophia Vieira disse...

essa doeu...

Sentilavras disse...

"A semente da esperança
Que provoca a animada dança
Também é a razão do pânico
E das crises de desânimo"

Hmm... Acho q conheço essa semente.