sábado, 27 de outubro de 2007

Dissociações de uma Mente em Conflito

Algo perdeu o sentido
E o mundo perdeu o significado
Flutuo entre objetos distorcidos
Enquanto permaneço acordado
Caminhando por trilhas estranhas
Acabei fazendo tudo errado
Mas se o certo não é um conceito
Assim firmemente acabado
Como poderia eu estar errado?
















Se sofro seguindo um caminho
Fico louco seguindo o outro lado
Sinto seres entrando em atrito
Três eus discutindo irritados
E vivendo num mundo tripartido
Ora permitido, ora censurado
Como posso negar-lhes a existência
Se sou deles mesmo o resultado?

Ass.: Márcio B. S.

3 comentários:

Claudia Fernandes disse...

Maravilhosa!!!
Um de seus melhores poemas, sem dúvida!
Muito p dizer...
E só te digo isso:
Hj a coisa td parece sem sentido, mas amanhã, vc vai até rir do episódio. Vc vai ver.
Bjks..

Japy disse...

Me sinto desta mesma maneira...peguei seu poema e postei la nu meo blog...si vc nom gostar eu tiro ^^...
bjo
ameii mesmo!

Anônimo disse...

Perche non:)